CASO 1CASO 2

“As cooperativas de recolhedores de materiais reciclables de Buenos Aires, lideradas pela sócia de AVINA Alicia Montoya, conseguiram que seu trabalho fosse incluso no sistema de gestão de resíduos da cidade, incrementando seu orçamento a USD 30 milhões em 2008 de USD 300.000 no ano anterior.”

 

 

 
Alguns resultados de parceiros na área de Desenvolvimento Econômico Sustentável, em 2008:

Em 2008, as cooperativas de catadores de materiais recicláveis de Buenos Aires, lideradas pela sócia da AVINA Alicia Montoya, da Cooperativa de Recuperadores Urbanos O Álamo, conseguiram a inclusão do seu trabalho no sistema de gestão de resíduos da cidade. O trabalho recebe colaboração logística estatal e consiste na coleta diferenciada em grandes geradores e coleta residencial em várias localidades. Um fato que demonstra a relevância deste trabalho é que em 2007, o orçamento para coleta na cidade era de 300.000 dólares anuais e a partir de 2008 ascendeu para 30 milhões de dólares.

No marco da realização do Primeiro Encontro de Empreendimentos Associativos de Classificadores de Resíduos do Uruguai, os nove grupos participantes de Montevidéu e do interior do Uruguai, definiram a conformação de uma Rede Nacional que promovesse a “Federação Livre, Aberta e Horizontal”. O objetivo central desta é dignificar o trabalho dos classificadores e buscar o reconhecimento público e social pelos aportes deste setor à conservação ambiental. Vale mencionar a participação do Ministério do Desenvolvimento Social no acompanhamento desta iniciativa e o apoio do setor privado por meio da organização Compromisso Empresarial com a Reciclagem – CEMPRE, do parceiro da AVINA Jorge Meoni.

As escolas de negócios pertencentes à Social Enterprise Knowledge Network (SEKN) que a AVINA apoia desde a sua criação em 2001, são as únicas da América Latina incluídas no "The Global 100" de Beyond Grey Pinstripes, um ranking mundial de Escolas de Negócios, criado em 1998 com o apoio do World Resources Institute, o qual avalia os programas inovadores de Mestrado na área Empresarial de tempo integral, que contemplam nos seus currículos aspectos sociais e ambientais. Neste momento, a EGADE (posição 16), IESA (posição 63) e a Universidade dos Andes (posição 95) se encontram dentro das 100 melhores escolas de negócios das 590 analisadas em nível mundial e dentro das 4 universidades da América Latina com essa distinção.

 


INÍCIO | MENSAGEM DO PRESIDENTE | QUEM SOMOS | ÁREAS ESTRATÉGICAS | ALIANÇAS | INICIATIVAS | GESTÃO INSTITUCIONAL | CREDITOS | CONTATOS
ESPAÑOL | PORTUGUÊS | ENGLISH | PDF IMPRIMÍVEL DO RELATÓRIO ANUAL
© 2009 FUNDACIÓN AVINA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.